Sábado, 29 de Novembro de 2008

DISCURSO DE TOMADA DE POSSE DO PRESIDENTE DA FNA/DRAv (29.11.08)

DISCURSO DE TOMADA DE POSSE DO PRESIDENTE DA FNA/DRAv (29.11.08)
 
Exmº Monsenhor João Gaspar em representação de Sua Excelência Reverendíssima D. António Francisco;
Caro Vice-Presidente da FNA, Chefe Jorge Caria, em representação do Presidente da Direcção Nacional da FNA
Caro Chefe Regional do CNE, Chefe Manuel Santos;
Caros irmãos escutas da FNA
 
 

Esta minha intervenção vai situar-se em apenas três pontos que considero essenciais, embora outros também importantes estejam na minha mente.

 

Em primeiro lugar quero deixar aqui bem expresso dois acontecimentos bastante funestos e que de certa maneira deixaram mais pobres os escuteiros da Região de Aveiro; o falecimento do Sua Ex.ª Reverendíssima Sr. D. Manuel de Almeida Trindade que foi Bispo de Aveiro ao tempo em que eu era rapaz, assim como muitos outros que estão filiados na FNA, e que marcou a minha vida enquanto cristão; o outro foi o nosso CHILL, que me marcou profundamente e porque foi ele, também, que fundou a Agrupamento 141 de Águeda, o primeiro Assistente Regional de Aveiro, e que serviu de exemplo para todos aqueles que um dia tiveram a oportunidade de lidar com ele. Um bem hajam por tudo o que fizeram pela Região de Aveiro na certeza de que um dia nos de encontraremos no Eterno Acampamento.

Em segundo lugar fazer um agradecimento público à Laura Vaz, coordenadora da FNA nesta Região de Aveiro, e que agora cessa funções, por tudo o que fez em prol da Região. Ao tempo uma tomada de atitude, por parte dela, muito difícil e complicada, mas soube levar sempre em frente aquilo a que se propôs, ou seja reunir em volta de si uma Região que de certo modo estava desunida e dispersa. Foram tempos muito complicados mas com a sua maneira de ser granjeou entre todos nós uma imensa simpatia pela maneira afável e com espírito de missão como tratava das coisas. Por isso hoje a Região de Aveiro lhe está agradecida e esperamos que na sua nova missão em terras de Moçambique esteja do mesmo modo tão à vontade como esteve nestes últimos meses e esperamos nós o seu regresso, mais enriquecedor, dentro de um ano, para o lugar que por mérito próprio é seu no seio da DRAv.

Por último considero que a presidência da Direcção Regional de Aveiro é um acto de grande nobreza e de elevado estímulo, mas é sobretudo um processo de responsabilidade total, de construção e de envolvimento dos Núcleos e de realização de objectivos e missões.

Nestes termos, constitui, para mim, destacada honra e privilégio ter sido eleito para vosso Presidente e dirigir, nos próximos tempos, os destinos desta Direcção Regional, mas é também uma grande responsabilidade.
 

Depois de manifestar publicamente o quanto significa de privilégio e de responsabilidade, para mim assumir as funções de Presidente da Direcção Regional, quero aproveitar para fazer algumas considerações relativamente à forma como encaro a missão e como penso conduzir a minha acção.

 
Assim destaco:
- A MISSÃO, porque ela vem antes de tudo e no escutismo as missões cumprem-se;
- As PESSOAS, porque a missão se cumpre com as pessoas – valorizo e apoio sobretudo quem veste a camisola e se empenha na construção do HOMEM NOVO;
- A LEALDADE, ao escutismo e às pessoas com quem trabalhamos;
- A FRONTALIDADE, característica importante na nossa forma de ser e de agir;
- A PROXIMIDADE E A CONSIDERAÇÃO POR CADA UM;
- A COMPETÊNCIA, que defino como saber fazer e querer fazer;
- A RESPONSABILIDADE, INDIVIDUAL E DO NÚCLEO A QUE SE PERTENCE; cada um é responsável pelas suas acções e pelas suas omissões e pelas dos seus irmãos escutas.
 

Irmãos Escutas, as condições estão reunidas. Estaremos atentos às vossas realizações e às vossas preocupações. Em quaisquer circunstâncias, nos cenários mais críticos e difíceis da vida de qualquer Núcleo, são as pessoas aquelas que devem fazer a diferença. As pessoas são realmente o factor crítico de sucesso em todas as situações, em todos os contextos.

Podem todos, ficar cientes de que podem todos contar incondicionalmente com o meu apoio e a inteira disponibilidade.
Assumo este compromisso para com todos vós, pedindo, da vossa parte, trabalho sério, empenho e lealdade.

Apelo também para as entidades oficiais da necessidade que a FNA da Região de Aveiro tem de uma sede, sede esta que numa primeira fase pode ser simplesmente uma sala para reuniões onde possamos ter um armário, uma mesa e seis cadeiras que o resto depois se verá, porque o futuro só a DEUS pertence.

Também apelo, mais uma vez, ao nosso Bispo, e em contactos já anteriormente encetados, para a necessidade de a Região de Aveiro, ter um Assistente de nível Regional, embora haja núcleos que já trabalham com um Assistente de Núcleo, e que de certo modo possa coordenar a nossa vivência na Fé, e como escuteiros adultos católicos que somos, nos possa também inserir nas actividades pastorais diocesanas.

Todos juntos, conseguiremos o lugar de destaque no escutismo em Portugal que a singularidade e a diferenciação que este movimento exige. A tal, todos somos obrigados, sem excepções, em respeito pela memória, pela dedicação e pela entrega de todos aqueles que, ao serviço do escutismo, deram e continuam a dar o seu melhor em prol do escutismo.

 
Obrigado
 
 
(assinatura ilegível)
 
JOSÉ JÚLIO NUNES DA SILVA BASTOS, Dirigente
 



publicado por fna-nucleodamurtosa às 23:59
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim



.Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. FNA, está mais pobre

. Natal'11

. F.N.A. - Núcleo da Murtos...

. A Fraternidade de Nuno Ál...

. F.N.A. - Núcleo da Murtos...

. F.N.A. - Núcleo da Murtos...

. F.N.A. - Núcleo da Murtos...

. F.N.A. - Núcleo da Murtos...

. F.N.A. - Núcleo da Murtos...

. F.N.A. - Núcleo da Murtos...

.arquivos

. Março 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Maio 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post